Friday, 07 October 2022 01:54

Diferenças entre injúria racial e racismo

Nosso assunto de hoje é racismo e seus desdobramentos no mundo do direito. Uma questão importante, não só porque expõe as cicatrizes ainda abertas de nossa sociedade, mas também porque afeta em cheio a princípio da dignidade da pessoa humana – um dos pilares de nossa constituição federal.

Conscientização é a resposta óbvia para alterar estes hábitos nefastos, e isso passa pela aceitação de que racismo estrutural EXISTE e é um dos piores aspectos de nossa sociedade. E é preciso que fique claro: isso não é questão de opinião, mas de mera constatação dos fatos. Cego é o que não quer ver.

Contudo, a intenção desse artigo não é tocar na discussão sociológica desse problema, mas partir para uma abordagem prática, avaliando a situação do crime de racismo e injúria racial a partir do ponto de vista do leigo. É que, apesar da atitude racista ser algo imediatamente reconhecível pela simples observação do comportamento de quem pratica a agressão, o seu enquadramento como crime não é algo tão simples ou intuitivo, especialmente para quem não está acostumado às minúcias do Direito. E aí a coisa pode desandar: se a vítima acredita que houve crime de racismo porque a atitude foi racista, mas não vê a consequência que esperava, um sentimento de revolta pode se instalar.

Tuesday, 21 June 2022 15:25

Amante Tem Direito à Herança?

"Amante" tem direito à herança? A questão jurídica de hoje é bastante relevante e diz respeito a posição da chamada concubina ou concubino (nome técnico do popular "amante") no direito das sucessões. Os tópicos tratados serão os seguintes:

O que é amante para o direito

Amante ou concubina?

O que é Concubinato?

Qual a diferença entre Concubina ou Companheira (Caso Extraconjugal x União Estável)

Amante tem direito à herança?

Concubina pode receber testamento?

Concubina pode receber seguro de vida?

Concubina pode receber pensão previdenciária?

Amante pode receber doação de amante?

Concubinato pode virar união estável?

Filho de concubina pode receber herança ou testamento?

 

Testamento é o assunto de hoje. Já parou para pensar o que vai acontecer com seu patrimônio quando você não estiver mais aqui? É claro que falar sobre isso não é das coisas mais agradáveis e pode até lhe dar calafrios, mas um pouco de reflexão sobre o assunto pode valer muito. Além de garantir o cumprimento de seus desejos e protejer quem você ama, esse documento pode evitar longas disputas judiciais no futuro.

Vamos saber mais sobre o assunto e aprender os passos necessários para fazer um testamento, respondendo rapidamente as seguintes questões:

 

Se você estiver diante de uma questão que envolva Direito Civil - uma ação judicial, uma disputa contratual ou outro tipo de problema na área - você vai precisar de um advogado civilista experiente ao seu lado. O problema está em como chegar a esse profissional e - o que é mais importante - como verificar que ele é a pessoa adequada para assumir o seu caso. Aqui daremos algumas dicas de como proceder para que tenha mais segurança em sua escolha.

A primeira forma é utilizar as suas próprias conexões pessoais e networking. Deixem seus amigos e familiares saberem que você está procurando um advogado com esse perfil e, se tiver alguma indicação, procure saber aspectos relevantes da interação que tiveram com ele, como nível de confiança, agilidade, preocupação e - claro - valores de contratação. O único problema desse tipo de pesquisa é que você terá que explicar aos conhecidos a razão pela qual está procurando advogado, o que pode ser algo indesejável dependendo do tipo de assunto a ser tratado. Como o Direito Civil é amplo, há situações em que você pode se sentir um pouco constrangido com isso - como é geralmente o caso buscas de advogados de direito de família ou advogados especialistas em heranças, por exeplo - e outras em que isso não seria tão problemático - como no caso de  advogados de direito do trabalho. Tudo depende da matéria e de seu perfil.

De qualquer forma, se chegar à conclusão que isso não seria um problema, busque informações na internet em nome dos profissionais indicados para que possa verificar, de forma independente, a experiência e renome do profissional. Falaremos melhor disso na sequência.

Outra forma de encontrar um bom advogado Civil em SP é utilizando a boa e velha internet. Apesar de ser algo que necessita um pouco mais de cautela com as checagens, uma simples pesquisa no Google pode lhe trazer um bom número de referencias para explorar. Uma boa maneira de encontrar o que procura é com as palavras chaves da especialidade e o local em que o profissional deverá estar para poder ajudá-lo. Como somos advogados especializados em Direito Civil e referência no Estado de São Paulo, é provável que tenha chegado até aqui por essa fórmula!


De qualquer maneira, procure checar a relevância desse profissional e sua experiência, utilizando as dicas a seguir:

1. Faça sua lição de casa: pesquise. Uma vez que você tenha alguns nomes, procure informações sobre eles on-line em sites especializados e procure saber se têm mesmo experiência na especialidade em questão, e se há outros clientes que fizeram avaliações positivas sobre eles. Google Meu Negócio é uma boa ferramenta para isso.

2. Faça uma busca pelo nome e número da OAB do advogado no website do Tribunal de Justiça do seu estado ou no site do jusbrasil , para ter uma ideia aproximada sobre o número de processos judiciais em que este profissional está atuando no momento.

3. Se estiver satisfeito com o que viu, agende uma consulta consulta presencial ou online para uma conversa direta, pois é essa interação que dirá se o profissional é adequado para o seu caso.

Mas lembre-se: não basta perguntar diretamente a cada advogado sobre sua experiência em casos semelhantes ao seu ou questionar sobre a margem de sucesso diretamente. Isso é algo relevante, mas o bom mesmo é buscar referências externas independentes, seja com o relato de clientes anteriores ou pelas informações obtidas nos sites de busca.

O melhor advogado cível é aquele que, além do conhecimento e experiência indispensáveis, entende as suas necessidades, fala sua língua e é flexível em sua abordagem na resolução dos desafios que se apresentam. Para estar bem representado você deve, acima de tudo, se sentir seguro.

Para mais informações sobre os serviços prestados por um advogado civilista e como conseguir ficar mais seguro com sua escolha, verifique a nossa página de Direito Civil.

Ernesto Rezende Neto Advocacia Civil em SP

Consultas, discussão de casos, informações - página de contato - E-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. - telefones (11) 3079-1837 ou (11) 3071-0918. Horário de atendimento ao público: de Segunda à Sexta, das 11:00 às 18:00 horas

 

O escritório físico é um ponto de referência relevante para os clientes encontrarem seus advogados, mas agora o ambiente digital e o marketing jurídico oferecem oportunidades para que os profissionais de advocacia possam ser encontrados em diferentes mídias, facilitando -também - que as pessoas encontrem profissionais e informações legais com qualidade.

Assim, as estratégias de marketing jurídico podem ajudar o profissional e, consequentemente, o escritório a se consolidar como uma autoridade na área do direito em que atua, tendo relevância no mercado e atraindo mais clientes, ou mesmo na sua região, otimizando os atendimentos e conquistando novos clientes.

A multa por rescisão (ou multa rescisória) em face de quebra de contrato de aluguel é uma das questões mais ouvidas por advogados imobiliários. Grande parte da população brasileira tem seu lar estabelecido em um imóvel alugado e, por conta disso, o impacto social das considerações sobre essa multa é enorme. Por isso decidi falar um pouco sobre a situação, mas sob a ótica da disputa inquilino x locador.

Como funciona a multa por rompimento antecipado do contrato de locação?

Não esqueça do óbvio: multa só existe para quem descumpre uma obrigação. Se você tiver assinado um contrato de trinta meses de aluguel e decidiu que quer sair do imóvel no quinto mês porque não gosta mais da cor do azulejo da cozinha, você estará deixando o proprietário a ver navios. Por isso, a multa será devida.

A venda de imóveis para construtoras e incorporadoras é uma operação delicada, mas que pode ser bastante interessante para o proprietário pelo ponto de vista econômico. Contudo, não é algo fácil de se materializar, e necessita que o proprietário faça muito bem sua lição de casa. Além disso, é preciso muito cuidado na análise de risco e elaboração do contrato, justamente em face de sua especificidade. Como advogados de Direito imobiliário e Direito das sucessões, tais operações fazem parte da nossa rotina, pois se trata de um caminho muito interessante para se de dar destinação a "elefantes brancos" ou imóveis recebidos em inventários, já que podem vir a gerar muita despesa e ser de difícil colocação no mercado imobiliário. Mas são nem por isso podemos tratá-las como algo corriqueiro. Abaixo tentamos abordar as dúvidas mais comuns nestes tipos de transação e oferecer algumas dicas a quem vê este negócio como uma alternativa viável.

 

Neste artigo vamos falar de abandono de lar, questão importante, mas ainda repleta de mitos. O objetivo é desfazer a nuvem de dúvidas e esclarecer o que realmente acontece, para que você não veja fantasmas e faça a coisa certa. Vamos lá?

O ABANDONO DE LAR COMO CAUSA PARA O DIVÓRCIO: ANTIGO CÓDIGO CIVIL

A mensagem que quero passar para você, leitor, como advogado de família, é a seguinte: o grande medo que se tem do abandono do lar (especialmente por parte das mulheres) é, em sua maioria, resultado de um MITO que se perpetuou com as histórias escabrosas que ouvimos em nossas próprias famílias. É verdade que estes contos fantasmagóricos tinham certa razão antigamente, mas esta realidade mudou muito e, hoje, não fazem mais sentido. Ou, ao menos, não em sua totalidade, como se verá adiante.

Mostramos aqui quais os Direitos que empregado não registrado está perdendo e quais suas alternativas para recuperá-los. Será que ele tem como cobrar o dinheiro que não recebeu? Quanto tempo tem para reagir? Quais direitos seriam estes e o que isto significa em valores? 

O trabalho sem registro é algo muito comum no Brasil, algo que é extremamente prejudicial para os dois lados da equação: nega ao Empregado uma série de Direitos importantes e coloca o Empregador em situação de vulnerabilidade à multas e punições.

Pelo ponto de vista da empresa, isso é um mal negócio. Empregar um trabalhado e não registrá-lo é uma infração que, de cara, pode gerar ao patrão uma punição de R$ 3.000,00 (três mil reais) por empregado não registrado, e que é dobrada em caso de reincidência. É verdade que esse valor é menor para microempresas e empresas de pequeno porte, mas a punição - que é de R$ 800,00 (oitocentos reais) por empregado - não é irrelevante, principalmente se terá que arcar com a conta dos direitos não pagos depois. 

Nesse artigo falo sobre a questão da diminuição de juros de contratos de financiamento pela ação revisional, e como conseguir transformar esse cenário em realidade.  

Durante a pandemia de Covid-19, o número de interessados procurando saber sobre seu contrato de financiamento aumentou bastante. Isto obviamente ocorreu porque a implementação da quarentena fez com que diversas pessoas perdessem o emprego ou diminuíssem seu salário, ocasionando, assim, em uma necessidade extrema de cortes de gastos. Como advogados especialistas em Direito Imobiliário e Direito Civil, somos sensíveis a isto e entendemos que é importante informar o público em relação às suas alternativas legais.

Page 1 of 7